Fórum irá discutir ideias de desenvolvimento para a região (Foto: Valdivan Veloso/G1)

Evento começa nesta terça-feira (5) e segue até a próxima quinta (7); serão ministradas palestras, mesas redondas e apresentação de trabalhos científicos.

Começa nesta terça-feira (5) em Montes Claros, no Norte de Minas, o “Fórum de Desenvolvimento da Área Mineira da Sudene”. O objetivo é discutir maneiras de desenvolvimento da região a partir das potencialidades econômicas e das iniciativas empreendedoras.
O evento será realizado até a próxima quinta-feira (7) no auditório da Amams. Serão ministradas palestras, mesas redondas e apresentação de trabalhos científicos. No prédio 1 da Unimontes, serão realizados minicursos com temas relacionados ao tema abordado. Toda a programação é gratuita.
“O fórum é organizado pela Unimontes, ACI, Banco do Nordeste, Fiemg e entidades que apoiam no arranjo institucional. Nós queremos que os agentes pequenos, grandes e projetos sociais se reúnam para debater o desenvolvimento, que é um tema muito importante e afeta nossa vida, além de discutir como acelerar o processo de desenvolvimento na Área Mineira da Sudene”, explica o organizador do fórum, Marcos Fábio Martins.
O organizador explica que muitas entidades fomentadoras do desenvolvimento disponibilizam recursos financeiros para custear projetos em todo o país, mas pouco se vê destinado para a região.
“Por incrível que pareça, quando olhamos nos orçamentos da Sudene e Banco do Nordeste, vemos que colocam recursos para todos os estados, menos para Minas, porque não colocamos estes projetos. Então a ideia é levantar este estoque de ideias e projetos para tentar fazer uma articulação com as instituições que já existem, para que elas possam nesta ação conjunta viabilizar propostas que muitas vezes estão engavetadas”, diz Martins.
Interessados em participar do fórum podem acessar outras informações pelo site do evento. De acordo com os organizadores, a proposta é que o fórum com discussões que fomentem o desenvolvimento regional seja realizado anualmente em sedes itinerantes.