Segundo apuração da EPTV Sul de Minas, afiliada Rede Globo, a mãe do padre, Adelaide Nogueira, de 81 anos, disse que comprou carne moída em um açougue do distrito na sexta-feira (26) e que após almoçarem, no sábado (27), já passaram mal. Os dois foram levados no mesmo dia para o hospital.

O padre foi transferido para o Hospital Santa Paula, de Pouso Alegre (MG). A mãe dele continua internada na Santa Casa de Ouro Fino. Eles não correm risco de morte. Dois filhotes de uma gata, que vivem na casa de Dona Adelaide e também comeram a carne, morreram.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o médico plantonista da Santa Casa diagnosticou os sintomas de suspeita por envenenamento por chumbinho.

A Canção Nova divulgou uma nota oficial sobre o ocorrido. Confira:

“No último sábado (27/01), o missionário da Comunidade Canção Nova, padre Paulo de Oliveira Costa (pe. Paulinho), 41 anos, e sua mãe, Adelaide Nogueira Costa, 81 anos, sofreram uma intoxicação alimentar por envenenamento. Tudo indica que foi causa acidental, porém a perícia da Polícia Civil está fazendo a devida investigação para esclarecer o ocorrido.

Padre Paulinho estava em visita à família na sua cidade natal, Ouro Fino (MG), no Distrito de Crisólia, e, no próximo mês, fevereiro, irá em missão para Portugal. O sacerdote e sua mãe ainda estão hospitalizados e fora de perigo”.