Funerária foi ao local para encaminhar o corpo para o IML — Foto: Juliana Peixoto/ Inter TV

*POR Juliana Gorayeb, G1 Grande Minas
Segundo a polícia, corpo da menina estava em estado de rigidez cadavérica, o que indica que ela tenha morrido pelo menos dez horas antes de ter sido socorrida.
Uma bebê de oito meses foi encontrada morta em Montes Claros na manhã desta quinta-feira (7) em uma casa no Bairro Doutor João Alves. Segundo informações da Polícia Militar, o corpo da menina estava em estado de rigidez cadavérica, o que indica que ela tenha morrido pelo menos dez horas antes de ter sido socorrida. Os pais dela foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil, que deve investigar se há negligência ou homicídio.
A PM informou ainda que os pais acionaram socorro por volta das 9h desta quinta e deram versões diferentes sobre o fato. A mãe, de 29 anos, informou aos bombeiros que acordou às 5h para dar de mamar à filha, e que a encontrou morta. Para a PM, ela teria dito que percebeu que a menina estava morta depois que o dia amanheceu. Já o pai, de 28 anos, contou a polícia que foi ele quem viu que a filha estava morta quando chegou da rua por volta das 5h.
Mirelly Sofia do Rosário faria oito meses no próximo sábado (9), segundo familiares. Vizinhos disseram à polícia que os pais dela estão em Montes Claros a passeio e que moram em Uberlândia; o casal está junto há aproximadamente três anos. Testemunhas ainda relataram aos militares que os dois seriam usuários de drogas e que costumam frequentar um casarão do Bairro Doutor João Alves conhecido como ponto de tráfico de drogas; nada de ilícito foi encontrado no imóvel.
Em nota, o Samu informou que recebeu o chamado para atender uma ocorrência de parada cardiorrespiratória, mas que encontrou a criança sem vida.
“Como a vítima já estava em óbito, o protocolo existente no SAMU Macro Norte exige que a equipe, nesses casos, sempre acione a polícia para realização de perícia no IML”, disse o órgão. O corpo foi encaminhado para o IML de Montes Claros, onde deve passar por necrópsia nas próximas horas.

Comentários no Facebook